MENU

Letra da Música

As Armas que Matam - RZO


Original
Traducción al Español
English Translation
No Es Justo - J. Balvin
Mi Cama - Karol G
This Is America - Childish Gambino
Marinero - Maluma
Única - Ozuna
My Life Is Going on - La Casa De Papel
เร็ว วงzoom - เนื้อเพลง
甘えちゃってSorry - AYA a.k.a. PANDA
ПАЦАНСКИЙ ФЛЕКС - СЛАВА КПСС
Piso - Bhavi ft. Ecko
FAME - Kontra K feat. RAF Camora
Back To You - Selena Gomez
Back To You - Traducción
Top 1 FR - Habitué - Dosseh
Top 1 AR - Dimelo - Paulo Londra
Top 1 BR - JOGO DO AMOR - MC BRUNINHO
Top 1 DE - Warum - GZUZ
Top 1 TR - Şehrin Yolu - Feride Hilal Akın
Top 1 NL - Money Komt, Money Gaat - Josylvio
Top Viral - Dame Tu Cosita - El Chombo
Ao Vivo E A Cores - Matheus & Kauan feat. Anitta

As Armas que Matam - RZO | Letra da Música

As armas que Matam As armas que Matam (4x)

Na rua Num beco De dia Ou noite
Inimigos Antigos Amores
Pelo crime Ou na lei dos homens
Alguém matou Com uma arma Hoje

Quem defende a arma Tem que pensar Pensar
Na rua os motoristas Vão se armar Se armar
Os pai de família tudo Vão se armar Se armar
A juventude Os que sofrem Vão se armar Ok



Então vamo andar pa trás Quem sacar vive mais
Vamos entrar em extinção Pois pra se defender Vomvê quem mata mais

Casos conjugais Brigas no trânsito Ou acidentais

Intrigas fatais Polícia que mata Quadrilhas rivais

Saiu nos jornais Dentro de casa Um filho mata o pai

Uma mina sem paz Atirou na amiga Pra ter o rapaz



Na escola um doente Foi com revolver e dois pente Matou adolescentes
Um marido demente Mata esposa inocente Com os filho presente
Outro dia um mulécot Matou toda família Pois tinha um revólver
Ainda disse o repórter O Brasil é recorde Em morte de Jovens

As armas que Matam As armas que Matam (4x)

Na rua Num beco De dia Ou noite
Inimigos Antigos Amores
Pelo crime Ou na lei dos homens
Alguém puxou uma arma hoje

Quem defende a arma Tem que pensar



A violência até você Vai chegar

Mais de cem por dia Estão morrendo já

E o que mais tem É muita arma Pra se comprar

Não só do Paraguai Tem mais Tem também nacionais
Inundar a sociedade com armas de fogo é arriscado demais

O arsenal é grande São 20 milhões Armados matantes



E os fabricantes Fabricam aos montes O povo que compre
Dinheiro montante Campanha Eleição A mídia esconde esconde
Político aonde? Não há quem afronte Ninguém vai na fonte vai na fonte

Pesquisas revelam Morre menos nas guerras Que em nossas favelas favelas
A justiça é cega Impunidade e racismo Corrupto faz festa
Revolver não presta não presta Na simples defesa Ou mata ou aleija
Covarde é uma merda Na mão troca idéia Armado é uma fera

Quem nos dera Sem miséria Sem favela



Ao invés das boca Igrejas Sinos e Capelas
Temos pressa Desarmamento Não é comédia
Sangue na tela Tiroteio Caixão e velas




As armas que Matam As armas que Matam (4x)

Na rua Num beco De dia Ou noite
Inimigos Antigos Amores
Pelo crime Ou na lei dos homens
Alguém puxou uma arma hoje



As armas que Matam As armas que Matam (4x)

Na rua Num beco De dia Ou noite
Inimigos Antigos Amores
Pelo crime Ou na lei dos homens
Alguém matou Com uma arma Hoje

Quem defende a arma Tem que pensar Pensar
Na rua os motoristas Vão se armar Se armar
Os pai de família tudo Vão se armar Se armar
A juventude Os que sofrem Vão se armar Ok



Então vamo andar pa trás Quem sacar vive mais
Vamos entrar em extinção Pois pra se defender Vomvê quem mata mais

Casos conjugais Brigas no trânsito Ou acidentais

Intrigas fatais Polícia que mata Quadrilhas rivais

Saiu nos jornais Dentro de casa Um filho mata o pai

Uma mina sem paz Atirou na amiga Pra ter o rapaz



Na escola um doente Foi com revolver e dois pente Matou adolescentes
Um marido demente Mata esposa inocente Com os filho presente
Outro dia um mulécot Matou toda família Pois tinha um revólver
Ainda disse o repórter O Brasil é recorde Em morte de Jovens

As armas que Matam As armas que Matam (4x)

Na rua Num beco De dia Ou noite
Inimigos Antigos Amores
Pelo crime Ou na lei dos homens
Alguém puxou uma arma hoje

Quem defende a arma Tem que pensar



A violência até você Vai chegar

Mais de cem por dia Estão morrendo já

E o que mais tem É muita arma Pra se comprar

Não só do Paraguai Tem mais Tem também nacionais
Inundar a sociedade com armas de fogo é arriscado demais

O arsenal é grande São 20 milhões Armados matantes



E os fabricantes Fabricam aos montes O povo que compre
Dinheiro montante Campanha Eleição A mídia esconde esconde
Político aonde? Não há quem afronte Ninguém vai na fonte vai na fonte

Pesquisas revelam Morre menos nas guerras Que em nossas favelas favelas
A justiça é cega Impunidade e racismo Corrupto faz festa
Revolver não presta não presta Na simples defesa Ou mata ou aleija
Covarde é uma merda Na mão troca idéia Armado é uma fera

Quem nos dera Sem miséria Sem favela



Ao invés das boca Igrejas Sinos e Capelas
Temos pressa Desarmamento Não é comédia
Sangue na tela Tiroteio Caixão e velas




As armas que Matam As armas que Matam (4x)

Na rua Num beco De dia Ou noite
Inimigos Antigos Amores
Pelo crime Ou na lei dos homens
Alguém puxou uma arma hoje


Mais de sanderlei.com.br

Música - Song
Em alta - Trends - Hot Videos
Tudo que rola no mundo musical, incluindo Billboard hot 100, música brasileira e muito mais.

PDF Domínio Público
Livros em PDF para Download
Lista completa de Livros em PDF para Download em Domínio Público

Just Go - Viagem Volta ao Mundo
#JustGo - Sanderlei Silveira

Blogs
Blogs by Sanderlei
Letras , Lyrics , Poesia , Economia , História e Geografia de Santa Catarina , São Paulo , Paraná e Mato Grosso do Sul.